quinta-feira, 17 de maio de 2018

[Resenha] EP "Ciberpajé - Aqualupus" em resenha de Renato Medeiros


AQUALUPUS: Uma Cascata de sons Harmônicos

Por Renato Medeiros*

Nos últimos tempos tinha me decidido a evitar todo e qualquer som que agrave minha audição. Por algum tempo preferi me refugiar no silêncio, em sua paz, não porque me forçava, mas pela simples constatação que as outras alternativas que se apresentavam me faziam preferir a sua companhia e a calma que despertava nesses momentos. Sem poesia, ritmos, harmonia, a musica atual me entristece e afasta qualquer experiência transcendental que possa ter com sua acústica. Não é o caso aqui, com esse EP do musicista e multi artista Ciberpajé Edgar Franco e dos arranjos do Rafael Senra. A composição sincera deste último, com a poesia e métrica perfeita dos versos de Edgar Franco proporcionaram uma experiência diferente e magnifica. Isso é intensificado mais ainda, com os  arranjos e a harmonia do Rafael Senra. Ambos produziram uma música magnifica e melodiosa capaz de nos levar a outros mundos e nos fazer, ao mesmo tempo, mergulhar nas profundezas desconhecidas da alma e nos evocar a reflexão sobre o planeta e a forma como vivemos nele. Essa música, Aqualupus, flui como o rio e penetra em nossa audição como uma cascata de sons harmônicos que nos trás paz e louva a consciência. Semelhante ao rio e seus afluentes, nos conduz simultaneamente para o oceano e para os veios e reentrâncias que nos levam em uma jornada onírica como a muito tempo não acontecia. Parabenizo a dupla de músicos e poetas pela magnifica criação artística e musical e desde já fico na espera de novas composições.

*Renato Medeiros é graduado em filosofia pela UFRN, professor e quadrinista.

Ouça o EP Ciberpajé - Aqualupus clicando na imagem abaixo:



terça-feira, 15 de maio de 2018

Artigo acadêmico relaciona iconoclastia criativa do cineasta Afonso Brazza e do artista transmídia Ciberpajé

Fotos de Afonso Brazza e do Ciberpajé



O artigo acadêmico "DESVELA-TE OU DEVORO-TE! – PROCESSOS CRIATIVOS ICONOCLASTAS EM CINEMA & QUADRINHOS", foi escrito pelo artista multimídia e doutorando em arte e cultura visual (FAV/UFG) Léo Pimentel Souto com a participação do Ciberpajé, e publicado no livro "Actas del I Seminario Internacional de Investigación en Arte y Cultura Visual - Dispositivos y Artefactos / Narrativas y Mediaciones" (ISBN 978-9974-0-1546-3), que teve como organizadores os doutores Fernando Miranda, Gonzalo Vicci e Melissa Ardanche. O seminário aconteceu na Universidade da República do Uruguai em 2017. A obra pode ser baixada integralmente aqui, ou clicando nas imagens desse post. O artigo pode ser lido nas páginas 521 a 527.

Confiram o resumo do artigo:

Este artigo é uma reflexão minha, um artista-pesquisador, sobre as idiossincrasias do processo criativo no mundo contemporâneo, seus embates entre expressão autoral e entretenimento, e sua recepção pelo público. Reflexão que se realiza mediante uma busca pela autenticidade tanto no ato de criar, de outros artistas, quanto no ato de fruir uma obra, o público. Autenticidade que não é algo exclusivo a aquilo que comumente se considera como Arte de alta cultura. Mas sim encontrada em meios expressivos considerados populares de mídia massiva: o Cinema e as Histórias em Quadrinhos. E para exemplificar tal encontro trago à luz dois grandes nomes nas áreas citadas, o cineasta Afonso Brazza e o artista transmídia, e também pesquisador, Edgar Franco, o Ciberpajé. Exemplos de criadores que trazem um riquíssimo contraste entre uma trajetória naïf e outra construída no meio acadêmico, mas que convergem e partilham de semelhante visão artística e criadora.

Primeira página do artigo


Capa da obra

Ecos Humanos: novo álbum em quadrinhos do Ciberpajé e de Eder Santos terá lançamento no FIQ



O quadrinista Ciberpajé (Edgar Franco) uniu-se ao emergente artista Eder Santos para criarem o álbum "Ecos Humanos". O Ciberpajé é pós-doutor em arte e tecnociência, conhecido como um dos pioneiros brasileiros do gênero poético-filosófico de quadrinhos e também por suas criações como artista transmídia, ambientadas no universo ficcional da "Aurora Pós-humana" - com destaque para o álbum em quadrinhos “BioCyberDrama Saga”, parceria com o lendário Mozart Couto - essas criações têm motivado estudos diversos, incluindo um capítulo do livro "Posthumanism and the Graphic Novel in Latin America" de pesquisadores PHDs das universidades de Cambridge e Bristol (Inglaterra), dois livros acadêmicos integralmente dedicados às suas obras e um dossiê da revista acadêmica "Cadernos Zygmunt Bauman" (UFMA) com 10 pesquisadores doutores de áreas diversas escrevendo artigos sobre sua arte. Eder Santos é designer com pós-graduação em direção de arte e vem se firmando como quadrinista emergente com seus trabalhos no grupo “HQue?” e em publicações da editora Draco.

"Ecos Humanos" é também ambientado no contexto da "Aurora Pós-humana", dessa vez em um período que pode ser chamado de "Crepúsculo Pós-humano". O álbum de 72 páginas traz uma narrativa completamente muda estruturada em dois personagens transgênicos híbridos de humano e lobo guará. A história apresenta-nos um retorno à cultura arcaica de seres em pleno ocaso pós-humano. As tensões entre imanência e transcendência, segurança e êxtase, estruturam a narrativa visual sem palavras, configurando-se como um convite à reconexão cósmica. A arte densa, fluida e cheia de movimento de Eder Santos gera uma sinergia profunda com o roteiro poético e onírico do Ciberpajé.

A obra inclui posfácio do Doutor em Linguística e quadrinista Rubens César Baquião, e algumas páginas com extras mostrando imagens do processo criativo. O álbum, com lombada quadrada, orelhas e miolo em papel couché, é uma publicação da editora mineira Reverso - que tem dedicado-se à publicações de quadrinhos poético-filosóficos, experimentais e vanguardistas. "Ecos Humanos" será lançado no FIQ Belo Horizonte, contando com a presença de seus criadores.

Veja algumas páginas do álbum:






Serviço:
ECOS HUMANOS
Ciberpajé (Roteiro), Eder Santos (Desenhos)
Editora Reverso, MG, 2018
72pg, 28x21cm
ISBN 978-85-93025-15-0
R$ 30,00

sábado, 12 de maio de 2018

"A Arte Inquietante de Edgar Franco": galeria com artes no blog do notório Gian Danton

O premiado roteirista e pesquisador de quadrinhos Gian Danton mantém uma galeria de artistas em seu blog na qual seleciona - fazendo uma curadoria livre - artes dos artistas que admira e tece um breve comentário sobre eles. O Ciberpajé Edgar Franco acaba de ser incluído nessa galeria, ao lado de grandes nomes nacionais e internacionais como o inglês John Harris, o checo Alphonse Mucha, os estadunidenses Joe Kubert e Neal Adams, o brasileiro Antonio Eder, o australiano Ron Mueck, o argentino José Luis Salinas, o coreano Kim Jung Gi, o francês Moebius, entre outros.

Danton selecionou 11 artes do Ciberpajé para a galeria que pode ser conferida nesse link. Gratidão a Gian Danton pela oportunidade e pela honra!


Arte de abertura da galeria e texto de Gian Danton sobre Edgar Franco

sexta-feira, 11 de maio de 2018

[Lançamento] Ciberpajé escreve prefácio em forma de HQ para o álbum "Matéria Escura"

Capa do álbum Matéria Escura

Neste mês de maio de 2018 durante o Encontro UFU de HQs (dias 23 a 25) e no FIQ-BH (entre 30 e 3 de junho), acontecerá o lançamento do álbum em quadrinhos MATÉRIA ESCURA.
O álbum é uma coletânea de histórias curtas e médias de Guilherme Silveira, Matheus Moura e Vinicius Posteraro. Cada narrativa versa sobre algo particular que toca os autores. As HQs presentes na obra podem enquadrar-se no contexto do gênero poético-filosófico de quadrinhos. O título, não por acaso é MATÉRIA ESCURA, uma expressão usada por cientistas para tentar definir o material espacial que dá cor ao cosmos, o qual forma grande parte dele, e ainda é um mistério total. Os quadrinhos presentes no livro partem de algo similar, surgem do âmago dos artistas, da matéria escura da mente, da criatividade e do sonho. O tomo conta ainda com um posfácio-HQ do Ciberpajé Edgar Franco, que aproveitou o caráter experimental do álbum para escrever um prefácio tradicional, mas também criar uma HQ prefácio para a obra.
Matheus Moura foi orientando de mestrado e doutorado do Ciberpajé, e Guilherme Silveira é atualmente orientado por ele no Programa de Pós-graduação em Arte e Cultura Visual da UFG, sendo ambos integrantes do grupo de pesquisa Criação e Ciberarte (CRIA_CIBER - FAV/UFG). O álbum é uma publicação da editora Reverso (MG) e pode ser adquirido diretamente com a editora nesse link.


Página 1 do "Prefácio HQ" do Ciberpajé

Serviço:

MATÉRIA ESCURA
Editora Reverso, 2018
Formato: 21x 28 cm
Miolo: couchê 115mg
Páginas: 116, em preto e branco.
R$ 25,00 (frete incluso)

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Videoarte do Ciberpajé integrará Hiperorgânicos #8 - Simpósio Internacional de Pesquisa em Arte (UFRJ)


A obra de videoarte "CIBERPAJÉ - Aforismo II: Cura Cósmica" de autoria do Ciberpajé Edgar Franco foi selecionada pela curadoria do Hiperorgânicos #8 para integrar a mostra de vídeos do Cine Clube durante o Encontro de Arte e Astronomia no Museu de Astronomia  do Rio de Janeiro dentro da 8ª edição do evento sob o tema Ancestrofuturismo a ser realizado entre 22 e 23 de maio de 2018. 


A videoarte selecionada busca simular as percepções cósmicas de uma experiência com o enteógeno ayahuasca. A sensação fundamental foi a de unidade e profunda conexão com o todo. A simulação digital pauta-se na integração entre o som e a imagens em um todo orgânico. A animação foi completamente criada utilizando o software Space Engine, a música "Aforismo II: Cura Cósmica", do projeto musical Ciberpajé, foi desenvolvida utilizando um sintetizador analógico buscando as pulsações sonoras que envolveram a experiência de ENOC (estados não ordinários de consciência), ela conta com a participação especial do pai do Ciberpajé, Dimas Franco, recitando o aforismo no início. Sua participação envolveu uma forma ritualística de cura através da arte e um processo de reconexão profunda com seu filho. A videoarte tem duração de 3:53", e o aforismo recitado em seu início é: "O dogma aspira o amanhã, a transcendência explode no agora". O trabalho pode ser conferido nesse link.


Reconectar o passado e o futuro para repensar o presente por meio do diálogo e da experimentação artística. Essa é a premissa do Hiperorgânicos - Simpósio Internacional de Pesquisa em Arte, Hibridização, Biotelemática e Transculturalismo, que acontece de 22 a 27 de maio de 2018. Idealizado pelo Núcleo de Arte e Novos Organismos (NANO), o evento traz para a sua 8ª edição o tema Ancestrofuturismo, abordando a convergência estrutural entre dois domínios aparentemente contraditórios: ancestralidade e futuro.


A iniciativa visa promover debates, mesas redonda, comunicações, projeções de vídeos, performances e rodas de conversa no Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), além de desenvolver processos artísticos, oficinas e ações performáticas no Laboratório Aberto do Museu do Amanhã (LAA).


As atividades do Simpósio têm o apoio do PPGAV/UFRJ - Programa de Pós Graduação em Artes Visuais, CAPES, CNPq, LAMCE - COPPE / UFRJ e Superintendência de - TIC / UFRJ.



Mini bio do Ciberpajé no site do evento



Quadrinhos do Ciberpajé ilustram vídeo do "Observatório de Quadrinhos da USP"

O Ciberpajé Edgar Franco teve alguns de seus quadrinhos ilustrando um vídeo institucional da Universidade de São Paulo (TV USP) sobre o seminal "Observatório de Quadrinhos da USP", da Escola de Comunicações e Artes (ECA). Já no início do vídeo aparece brevemente a lombada do livro do saudoso pesquisador Dr. Elydio Santos Neto  (UFPB) que trata da obra do Ciberpajé, "Os Quadrinhos Poético-filosóficos de Edgar Franco",  um lançamento de 2012 da Editora Marca de Fantasia. Depois ao longo do vídeo aparecem páginas de 3 HQs do Ciberpajé: "Atemporal" - publicada originalmente na revista Bifa #4 (1994), "Intransgenia" - publicada originalmente na revista Artlectos & Pós-humanos #1 (2005); e "Vazios" publicada originalmente no álbum Brazilian Heavy Metal (1996). Essas HQs foram analisadas e reproduzidas no livro do Dr. Elydio dos Santos Neto.

Frame do vídeo

O Ciberpajé é grato aos grandes pesquisadores e amigos Dr. Waldomiro Vergueiro e Dr. Nobu Chinen pelas citações visuais no vídeo institucional do "Observatório de Quadrinhos da USP", um dos núcleos de pesquisa mais importantes do Brasil. Veja abaixo frames do vídeo onde aparecem as obras do Ciberpajé Edgar Franco. Confira o vídeo de 3 minutos na íntegra aqui.

Frame do vídeo mostra lombada do livro do Dr. Elydio dos Santos Neto sobre obra do Ciberpajé Edgar Franco 

 Frame do vídeo mostra páginas da HQ "Vazios", do Ciberpajé Edgar Franco 

  Frame do vídeo mostra páginas da HQ "Intransgenia", do Ciberpajé Edgar Franco 

  Frame do vídeo mostra páginas da HQ "Instransgenia", do Ciberpajé Edgar Franco 

  Frame do vídeo mostra páginas das HQs "Atemporal" e "Vazios", do Ciberpajé Edgar Franco 


Frame do vídeo mostra ao fundo página da HQ "Instransgenia", do Ciberpajé Edgar Franco